Com a permissão da Câmera e da Lava Jato, Temer começa a entregar o pré-sal essa semana a preço de banana

Com a permissão da Câmera e da Lava Jato, Temer começa a entregar o pré-sal essa semana a preço de banana

 

Após arrecadar R$ 3,8 bilhões com a 14ª rodada de licitações de blocos exploratórios, em setembro, o governo espera obter esta semana mais R$ 7,75 bilhões para os cofres da União com os dois leilões do pré-sal marcados para sexta-feira.

 

Será a primeira vez que petroleiras privadas poderão participar como operadoras em uma licitação sob regime de partilha, desde o fim da exclusividade da Petrobras.

 

No fim de semana, teve destaque internacional a opinião de especialista que afirma que o Brasil está vendendo o pré-sal a “preço de banana” para o capital internacional.

 

Dentre as 16 empresas habilitadas para as duas licitações, sete tentam estrear no pré-sal brasileiro: Petronas, BP Energy, Qatar Petroleum, CNODC, Ouro Preto (OP Energia), Ecopetrol e a ExxonMobil, que adquiriu oito blocos com potencial para o pré-sal, na 14ª rodada, mas ainda não possui descobertas confirmadas.

 

A presença das grandes petroleiras na licitação das áreas da Bacia de Campos, em setembro, alimenta as expectativas de que a disputa pelos ativos das rodadas de partilha será acirrada.

 

Na ocasião, o consórcio formado pela Petrobras/Exxon não deu chances para a concorrência e levou todos os seis blocos que disputou, desbancando ofertas de outras gigantes do setor, como Shell, Total, BP, Repsol e CNOOC.

 

Em alguns blocos, o bônus apresentado pela dupla vencedora foi 18 vezes maior que o segundo maior.

 

VEJA ANTES QUE SAIA DO AR >>>

Vazou a forma secreta de jogar na LOTOFÁCIL, veja antes que saia do ar, jogue pra ganhar!

https://saudevidaefamilia.com/querendo-ganhar-um-dinheiro-extra/