Desembargador que vai decidir o ‘destino’ de Lula faz revelação surpreendente !

Desembargador que vai decidir o ‘destino’ de Lula faz revelação surpreendente !

Trata-se do processo que envolve o ex-presidente da República, Luiz Inácio #Lula da Silva.

 

Vale ressaltar que o ex-mandatário do país se tornou réu e foi condenado pelo juiz Sérgio Moro, no âmbito da Operação #Lava Jato, em primeira instância, a partir da décima terceira

 

Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba, no estado do Paraná

O processo referente à propriedade de um apartamento de luxo tríplex, localizado na praia de Astúrias, na cidade de Guarujá, no litoral paulista, pertencente ao ex-presidente Lula, teria sido angariado através de recursos ilícitos, através de propinas provenientes dos cofres públicos da maior estatal brasileira; a Petrobras.

 

Um dos grandes desafios profissionais de João Pedro Gebran Neto, trata-se da predileção pela discussão a respeito de temas que se referem à saúde pública.

 

O magistrado curitibano de 53 anos de idade, tem como hábito escrever livros e participar de debates com o intuito de se reduzir as filas do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Ao ser indagado pela imprensa, em relação ao sistema de saúde, se os juízes confiariam demasiadamente nos médicos, o desembargador foi contundente, ao relatar que os juízes confiariam demais que as pessoas possuem necessidades de atendimento e até confiariam demais que aquele medicamento iria proporcionar a cura, pois, os magistrados não querem ficar com a grande responsabilidade de ter que decidir a sorte daquela pessoa enferma.

 

O desembargador, ao retratar o tema da judicialização da saúde, foi enfático ao considerar que, a partir de dados do Ministério da Saúde, cerca de R$ 7 bilhões são aplicados anualmente devido a ordens judiciais, o que não aconteceria em nenhum outro país do mundo.

 

VEJA ANTES QUE SAIA DO AR>>>