Após exames, médico de Temer Roberto Kalil fala  sobre estado de saúde do Presidente

Após exames, médico de Temer Roberto Kalil fala  sobre estado de saúde do Presidente

 

O problema do Presidente da República não foi nada simples, visto que até um dos seus principais médicos, chamado Roberto Kalil, achou que, em um determinado momento, Michel Temer poderia estar morto.

 

“Achei que ele tivesse morrido”, confessou de forma muito inesperada o experiente médico afirmando que se assustou muito por demorar mais de uma hora até conseguir conversar com alguém que estivesse com Temer, depois de ter sido informado de que ele tinha sido internado

 

O presidente Michel Temer passou, na noite da última sexta-feira (27), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por um procedimento cirúrgico de ressecção, ou raspagem da próstata, para a desobstrução da uretra.

 

O procedimento durou cerca de duas horas.

 

Temer se recupera na unidade de terapia semi-intensiva, sem previsão de alta.

 

As informações são da assessoria do Planalto.

 

O peemedebista chegou à unidade por volta das 20h35min para realizar um exame chamado cistoscopia – que consiste em uma sonda que passa pela uretra e vai até a bexiga para descobrir o motivo da obstrução urológica.

 

 No dia em que a Câmara votava a segunda denúncia contra ele, Temer passou por um desconforto urológico e foi internado às pressas, em Brasília, na quarta-feira (25) passada.

 

O hospital divulgou nota, no início da última noite, informando que o presidente deu entrada na unidade para “reavaliação e continuidade do tratamento urológico a que foi submetido em Brasília”. Os responsáveis pelo tratamento de Temer são o cardiologista Roberto Kalil Filho, médico pessoal do presidente, e o urologista Miguel Srougi.

 

A equipe do hospital estava em alerta para a possível chegada do presidente desde a última quarta-feira (25).

 

Ele permaneceu por sete horas no Hospital Militar de Área de Brasília, que apesar dos riscos passou bem.

 

Ele passou por um procedimento para colocar uma sonda, que poderá ser retirada, a depender da avaliação médica.

 

 

O médico do Hospital Sírio-Libanês em São Paulo e cardiologista do presidente Michel Temer, Roberto Kalil Filho, afirmou no início da tarde deste sábado (28), durante coletiva, que o presidente passou por dias de tensões, que correu riscos. Alertou – o dos procedimentos e pediu repouso absoluto após cirurgia. Disse também que o presidente passou bem após a cirurgia.

 

O que não se esperava é o que estava por vir.

 

Depois de alguns exames médico alertou presidente sobre problema grave em artéria. Não foram prestados mais informações sobre estado de saúde de Temer mais sabe-se que a qualquer momento os fatos serão esclarecidos.

 

Nas redes sociais, muitos internautas garantem ter ficado muito surpreendidos e abalados com essa notícia, desejando, na maioria das mensagens, que Michel Temer  possa recuperar o mais rapidamente possível, pois ninguém merece passar mal por questões de saúde.

 

Vale a pena recordar que o atual Presidente da República não tem muitos torcedores, visto que, na opinião pública, o experiente político é suspeito de estar envolvido em alguns esquemas de corrupção e até lavagem de dinheiro.

 

VEJA NO VÍDEO ABAIXO:

 

VEJA ANTES QUE SAIA DO AR >>>

Vazou a forma secreta de jogar na LOTOFÁCIL, veja antes que saia do ar, jogue pra ganhar!

https://saudevidaefamilia.com/querendo-ganhar-um-dinheiro-extra/