A NASA omitiu e agora está confirmado que Nibiru está vindo em direção à Terra

A NASA omitiu e agora está confirmado que Nibiru está vindo em direção à Terra

A Nasa fez o seu papel de esconder a colisão até onde conseguiu, só que o desastre já pode ser descrito por centenas de cientistas. Essa área foi divulgada por diversos vídeos no Youtube antes de 2010 e causou grande repercussão, tanto é que muitos ligaram isso ao fenômeno 2012 especulando sua chegada em nosso sistema solar nesta data, vamos agora analisar o artigo de Lyn Leahz e o que ele descobriu .

O que foi dito por: Lyn Leahz
“Google Sky acaba de tornar visível uma área no espaço que anteriormente havia sido censurado pela NASA, nesta área estava escondido o que parece ser o Planeta X, também conhecido como Nibiru, de acordo com estudos recentes, supostamente dirigi-se em direção à Terra ! .“

NASA está mentindo ! Eles poderiam estar mentindo para nós até sobre outros eventos que as pessoas ainda não saibam? A resposta é sim !.

Estamos caminhando para um evento apocalítico vindo de, “fora deste mundo”, algo inconcebível para nossa humanidade atual, pois o que temos de lembranças sobre ele está em nossos subconsciente de vidas passadas e nos registros de diversos povos que afirmam uma mesma coisa.

Ele é o causador do fim de diversas eras em nosso mundo; como Atlântida, Lemúria e outros; que a humanidade guardou sobre a figura de dilúvios universais.

Vídeo intitulado URGENTE. The Big Lie NASA, estão em grave perigo! Tempo para orar mais do que nunca!

Por que o Google decidiu parar de censurar esta parte do espaço?

Durante anos tem havido especulação por teóricos da conspiração que alguns astrônomos Google Sky estariam censurando o Planeta X ou Nibiru em junção com a NASA, da vista do público.

Agora, surpreendentemente, um trecho do Sky do Google que esteve anteriormente censurados é tornado visível pelo Google. A figura a seguir mostra como este astro foi censurado pelo Google por anos.

Planeta X / Nibiru

A partir de agora é o momento não está claro por que o acesso Google é irrestrito para o sistema planetário confirmando o que dizia Zecharia Sitchin, que escreveu numerosas publicações sobre o planeta Nibiru.

Levado em conta da metafísica pelas revelações mediúnicas; onde alguns médiuns por base nas informações moldaram sua constituição física como na imagem á baixo, o Astro Intruso (na terminologia espírita)

com suas cabeleiras, que nada mais é do que seu campo etérico energético. E por coincidência se assemelha com a imagem revelada do Google Sky

A partir de um artigo no site da NASA publicou um pouco mais de um ano atrás, 07 de março de 2014:

“Depois de olhar para centenas de milhões de objetos por meio de nossos céus, explorar o espaço com a Wide Field Infrared Explorer NASA (WISE) não demonstrou qualquer evidência de o corpo celeste comumente chamado de “Planeta X”

Pesquisadores haviam anteriormente teorizado sobre a existência deste grande planeta, mas o corpo celestial invisível, poderia supostamente estar em algum lugar além da órbita de Plutão. Além do “Planeta X”, o corpo tinha ganhado outros apelidos, incluindo “Nemesis” e “Tyche”.
Este novo estudo, que envolveu uma revisão dos dados WISE cobriu todo o céu em luz infravermelha, não encontrou qualquer objeto do tamanho de Saturno ou maior do que existe a uma distância de 10 000 unidades astronômicas (UA), e Não há maior do que Júpiter 26.000 au objeto. Uma unidade astronômica é igual a 93.000 mil milhas. A Terra é um AU e Plutão cerca de 40 UA do Sol.
Como vemos; em meio a tantas desconfianças de anos da população, a NASA dá uma desculpa finalizando o assunto, que havia sido confirmado em 1983, vamos ver o trecho:

“Em Novembro de 1983 o IRAS telescópio infravermelho da NASA descobriu uma incrível e enorme massa colossal, que parece uma estrela ardenda, um objeto grande, na região de Orion,” disse o Dr. Jaysen Rand, pesquisador e autor de “O Retorno de Planeta X”, em seu discurso de abertura durante a reunião histórica, observando a forma aberta e assim anunciou a descoberta naquele dia.
No entanto, 24 horas mais tarde, a mídia estava em completo silêncio sobre o assunto e não se ouviu até um pio como protocolos de segurança nacionais executados nos mais altos níveis do governo e da mídia. A partir daí, foi quase um apagão de mídia por completo.

“Rand, em seguida, fez menção de uma revista US News and World Report num artigo de 1984, que revelou uma nova pista de que a NASA encontrou. “Chamaram uma estrela anã marrom”, disse Rand.

Zecharia Sitchin

Zecharia Sitchin, renomado pesquisador e autor, afirmou que o Planeta X voa através do espaço em uma órbita altamente elíptica, vinda à terra do sul em uma planície angular, então próximo do sol ele faz o retorno antes de sair fora do nosso sistema solar a cada 3600 anos.

O 12º Planeta e suas consequências

As descrições de Sitchin afirmavam: Há um planeta ainda não descoberto além de Netuno, que segue uma órbita rara á muito tempo, elíptica, adentrando em nosso sistema solar por inteiro aproximadamente a cada 3.600 anos. Este planeta é chamado de Nibiru (embora Júpiter fosse o planeta associado com o deus Marduk na cosmologia babilônica).