Para Lula, um político, “por mais ladrão que seja”, é melhor que um funcionário público

Para Lula, um político, “por mais ladrão que seja”, é melhor que um funcionário público

De hoje em diante, toda vez que um funcionário público concursado do Brasil estiver em greve, reclamar do salário e da vida e começar com aquele papo canhoto cheio de ideologias sindicais, é obrigação cívica do Povo Brasileiro lembrá-lo da histórica declaração do “comandante máximo” Luiz Inácio da Silva, vulgo “Lula”.

 

Para Lula, um político, “por mais ladrão que seja”, é melhor que um funcionário que “faz uma prova, passa num concurso público e depois fica lá, com o cargo garantido, sentado, tranquilo”.

 

Não espanta, portanto, que durante os 13 anos 4 meses e 12 dias de PT ocupando o Palácio do Planalto, as instituições da República tenham sido tão desavergonhadamente ocupadas por apaniguados políticos que ajudaram a criar o maior esquema de corrupção já visto numa Democracia ocidental.

 

Agora, quando a Justiça está no encalço dos ladrões, vem o “maestro” da quadrilha e transfere a responsabilidade de seus crimes para os funcionários públicos concursados.

 

P.S.: Alguém se lembra daquela época quando o PT espalhou pelo Brasil que o então presidente Fernando Henrique Cardoso tinha chamado os aposentados de vagabundos?

 

Pois é… Agora é o próprio líder do PT quem chama dos funcionários públicos de vagabundos. Aliás, vagabundos piores que os políticos!

 

VEJA ANTES QUE SAIA DO AR>>>>

Vazou a forma secreta de jogar na LOTOFÁCIL, veja antes que saia do ar, jogue pra ganhar!